By fe1st

Últimas histórias

Ú

Obrigado KNB!

O

Tudo começou com o interesse em comprar uma moto, uma indicação de modelo e de um site, até então desconhecido, mas que era referência a comunidade Kawasaki no Brasil. E tomei a lição de casa com dedicação, devorei todas as páginas referentes a marca, concessionárias e especialmente a Ninja 650R. Confesso que foi um mundo novo se abrindo pra mim. Kawasaki ainda era referencia daquelas ninjas com...

Rafa, afinal

R

Primeiro o espanto por ela ter nome, depois a curiosidade do porque da escolha DESTE nome. Escolher nomes (ou ‘batizar’) para animais de estimação é algo natural, mas nome de “pessoas” causa estranheza, imagina então em um objeto, um ser “inanimado”, manufaturado, sem emoções ou o sopro de vida que permeia o planeta azul. Pois bem, ter nome próprio não é...

“Ouça o que digo…

&

…não ouça ninguém!”   Andar de moto diariamente traz a a alegria de desfrutar em pequenas doses do prazer em fazer uma curva ou percorrer uma longa reta e tantas outras coisas. Mas (sempre tem um ‘mas’ 😛 ) nem tudo é  música para os ouvidos. E é exatamente este raciocínio que quero seguir. A música sempre teve uma influencia na minha vida. E a necessidade de uma dose...

Nem só de asfalto vive o homem

N

Se no post passado a tônica era essencialmente vias pavimentadas, nada mais justo do que falar da (minha pouca) experiência em outros tipos de terrenos. Apesar disto, depois de uma certa familiaridade com eles, dá pra se divertir e até ousar um pouco mais. Nada que se compare ao misto de exaltação e pânico que meu caro e valente amigo EduK dos pampas, do grupo KNB-650, enfrentou sob temperaturas...

Hiato (ou uma história de moto sem moto)

H

Vazio, pausa, lacuna, interrupção. Sinônimos de exatos 150 dias distante da Rafa. Um tanto mais de sentimentos também traduziram esta mini-eternidade.   Ao trocar um trajeto que levava 30, 40 minutos por 2h30 (duas horas e meia!!!!) ou até mais de transporte coletivo, era impotência, desolação. Definitivamente eu não aceitava gastar um quinto ou um quarto do dia em locomoção, ainda mais sem...

Uma tal liberdade

U

De todas as formas no uso da moto ao longo da história, nada representa melhor o que se busca (ou o que se encontra) ao pilotar do que uma estrada pela frente. Em longas retas ou trechos sinuosos, um simples bate-volta ou uma travessia continental, no verão quente e chuvoso do sudeste ou nas baixas temperaturas do seco inverno sulista, sozinho ou acompanhado, seja de Custom, Big-trail ou...

(Mais) Chão!

(

Algumas situações em nossas vidas são extremamente marcantes, o impacto é tão grande, que a mudança de comportamento, da forma de pensar e encarar o mundo são alterados. Geralmente mudamos o norte em momentos de muita exaltação ou perda. Com todos os episódios de encontro com o pavimento do post anterior, quis destacar um em especial. O divisor de águas no relacionamento sobre duas rodas. Para...

Um metro e meio…

U

…um pouco mais ou muito menos, dependendo da via, mas a distancia entre os carros, o famoso ‘corredor’, SEMPRE parece menos. Especialmente nas grandes cidades uma das maiores vantagens da moto é poder ter fluidez no mar de carros. Fluidez esta que pode ser confundida com alta velocidade! Ora, se com a via travada os carros mal passam de 20km/h. Andar entre eles a 60 é 200% a...

Chão!

C

Tem uma frase comumente propagada no meio das duas rodas que só se torna motociclista de verdade quando toma o primeiro tombo. Não necessariamente concordo, mas é fato que invariavelmente beijar o chão é uma realidade latente na vida de todo piloto e garupa. Também discordo da frase que é atribuída ao Jô Soares, de que a moto foi feita pra cair. Moto, inclusive com referência ao mestre Tite...

Cem mil sensações…

C

Hum mil (ou Um mil, ou ainda somente ‘mil’), quinhentos e sessenta e quatro dias.   O tempo necessário para atingir a “mítica” marca de 100 mil quilômetros. Alguns que passaram beem rápido, outros bem lentamente, inclusive um hiato de 5 meses, devido a um acidente (que vou contar em outra oportunidade 😉 ). Eu poderia discorrer sobre o que isto poderia significar...

By fe1st

admin

Fale comigo

Quickly communicate covalent niche markets for maintainable sources. Collaboratively harness resource sucking experiences whereas cost effective meta-services.